Loja Virtual:

Jipeiros On-Line:

Nenhum

Agenda de eventos:

<<  Maio 2018  >>
 Dom  Seg  Ter  Qua  Qui  Sex  Sáb 
    1  2  3  4  5
  6  7  8  9101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Classificados:

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje1675
mod_vvisit_counterOntem1800
mod_vvisit_counterEsta Semana7444
mod_vvisit_counterSemana Passada9526
mod_vvisit_counterEste Mês40634
mod_vvisit_counterMês passado20543
mod_vvisit_counterTotal7051687

Visitantes: 35
Seu IP: 54.81.0.22
,
Horário: 16:38 24/05/2018
Mecânica Off-Road
Militec-1: Jovane Cardozo explica o que é MILITEC-1 PDF Imprimir E-mail
Mecânica Off-Road
Escrito por Daniel Oliveira   
Qui, 14 de Outubro de 2010 18:07

 
Militec-1: Teste de motor sem óleo PDF Imprimir E-mail
Mecânica Off-Road
Escrito por Daniel Oliveira   
Qui, 14 de Outubro de 2010 17:43

O Militec-1 é vendido em frascos de 200 ml aqui mesmo pelo site, entre em contato através do e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 
Militec-1: Descritivo PDF Imprimir E-mail
Mecânica Off-Road
Escrito por Daniel Oliveira   
Qui, 14 de Outubro de 2010 15:24

Uso do Militec-1

Produto criado pela Marinha americana nos anos 80 e usado até hoje na manutenção de armas, e liberado para uso comum na década de 90, é um condicionador de metais importado dos EUA, e distribuído em todo Brasil por uma empresa curitibana.

O Militec-1 pode ser adicionado a qualquer tipo de óleo ou graxa existente no mercado, seja mineral ou sintético, e também aplicado puro, em locais de atrito entre metais que não utilizam óleo ou graxa. "O Militec-1 usa o lubrificante para chegar às superfícies metálicas em atrito e aos pontos críticos de calor dentro do equipamento. Após isso, ele sai do lubrificante, e suas moléculas fixam-se na superfície metálica. Acontece uma adsorção, que é fixação de molécula de uma substância na superfície de outra", explica o diretor técnico da Militec-1, Jovane Cardozo.

O efeito dessa reação torna a superfície metálica 17 vezes mais resistente. Além do aumento da resistência da superfície metálica, o Militec-1 reduz drasticamente o atrito e o arrasto parasítico entre os metais. "O produto diminui a redução de atritos em até 75%. E reduz ainda em 2,8% o consumo de combustível", diz Jovane. Vale ressaltar, que um estudo da Universidade Federal do Paraná (UFPR), comprova que o produto reduz em até 62% a emissão de gases poluentes.

Outro benefício do condicionador de metais é durante a partida a frio, que é responsável por 80% do desgaste total dos motores. "No momento da partida ocorre o contato do metal com metal devido a ausência momentânea de lubrificação. Com a aplicação do produto, ocorre o contato de Militec-1 com Militec-1 e isso protege a superfície metálica, evitando este desgaste", diz o técnico.

Nos motores à gasolina, álcool ou diesel, o indicado é aplicar 200 ml do produto para um cárter com volume de óleo de 4,5 litros, a cada 20 mil km. Cada frasco contém 200 ml. O produto pode também ser aplicado no câmbio manual, neste caso 60 ml por litro de óleo, a cada 48 mil km. "Após o funcionamento de um motor durante uma hora ou percorrendo 100 Km já é possível observar uma melhora significativa do funcionamento do motor e após 1 mil Km não encontraremos o Militec-1 no óleo lubrificante, pois todo seu processo de adsorção foi concluído", explica Jovane Cardozo.

No caso de motores e transmissões preparados para competição, o uso de Militec-1 é fundamental, já que as folgas entre os componentes internos dos  motores gera uma  contaminação por combustível, seja metanol ou álcool, no sistema onde o lubrificante primário atua. "A presença destes elementos nos sistemas mecânicos promove o desgaste dos seus componentes, possibilitando o aparecimento de particulados metálicos que contribuem com o aumento do efeito destrutivo do mecanismo, fechando-se ai o "círculo" que promove o encurtamento da vida útil e a quebra do motor, câmbio, diferencial e outras peças", diz o diretor técnico..

Além dos veículos

Além da aplicação em motores de todos os tamanhos, de dois ou quatro tempos, o Militec-1 pode ser aplicado em transmissões e diferenciais automotivos e industriais, compressores de todos os tipos, incluindo os de refrigeração, rolamentos, redutores, mancais, bombas, sistemas hidráulicos, correntes, armas, kart, jet ski, skate, bicicleta, hobby modelismo, entre outros.

Para motores de dois tempos (de moto, barco, jet ski e kart), por exemplo, o ideal é aplicar 60 ml para cada litro de óleo.

Site Brasil: http://www.militecbrasil.com.br/

Site EUA: http://www.militec1.com/

 
EATON - Elocker PDF Imprimir E-mail
Mecânica Off-Road
Escrito por Débora Bierhals   
Qua, 13 de Outubro de 2010 23:07

Aproximadamente R$ 3.150,00

 
Guia de Revisões do Vitara 1.6 PDF Imprimir E-mail
(1 voto, média de 3.00 em 5)
Mecânica Off-Road
Escrito por Daniel Oliveira   
Seg, 09 de Agosto de 2010 17:39

 
Lubrificação e Refrigeração Defender 90/10/130 PDF Imprimir E-mail
Mecânica Off-Road
Escrito por Daniel Oliveira   
Sex, 09 de Julho de 2010 17:23

ÓLEOS, FLUIDOS E GRAXAS

Motor 200 e 300tdi (1989-2005)

Trocar com 5000 até 8000 km conforme uso (verificar se tem água no óleo - aspecto "leitoso") ou a cada 6 meses.

Para veículos que operam predominantemente em regiões onde o teor de enxofre no combustível seja superior a 1%, os intervalos de troca de óleo do motor deverão ser de 5.000 km.

  • Especificação: API CI-4 e ACEA A1 ou ACEA B1 / B2 CCMC D-5 / ACEA E 3 / API CF
  • Castrol Enduron 10W40 (trocas podem ser prolongadas para 10k km, graças a maior reserva alcalina). Perfeito para viagens longas.
  • Castrol Turbo Guardian 3 15W40
  • Castrol Turbomax Plus
  • Esso Essolube XD-3 EXTRA +
  • Ipiranga Brutus Alta Performance
  • Mobil Delvac 1400 Super
  • Petrobras Lubrax Top Turbo
  • Tutela Urania Super Turbo
  • Texaco URSA Premium TDX
  • Shell Rimula Super,
  • BR Lubrax Top Turbo.

Com o filtro trocado, entram 6.5-7 litros. Manter o nível de óleo sempre entre as marcas “Mínimo “ e “Maximo”...

Caixa de câmbio

  • Texaco MTF 94 (vendido pela Texaco em barril ou pelo litro, nas autorizadas Honda);
  • Dexron II D;
  • Não encontrando Texaco, colocar um ATF de boa marca.

Não utilize outros óleos de câmbio normais.

Observação: Não colocar Dexron III (partes amarelas ficam escuras).

Caixa de transferência

  • Óleo EP 90 GL5 ou EP 75W-90 (qualquer marca)
  • Texaco Molytex 90 W EP, adicionado por bisulfida de molibdênio.

Trocar aos 40 000 km ou 2 anos ou antes, dependendo do uso.

Diferenciais (eixos dianteiro e traseiro)

  • Óleo EP 90 GL5 ou EP 80W/90 (qualquer marca)
  • Texaco Molytex 90 W EP, adicionado por bisulfida de molibdênio.

Verificar depois freqüente travessas de rios. Se possível, colocar Texaco Molytex 90 W EP, adicionado por bisulfida de molibdênio.

Pontos de graxa

  • Usar graxa de lítio (NLGI 2);
  • São 6 pontos de lubrificação, um em cada cruzeta e um em cada parte telescópica dos eixos cardanicos.

Direção assistida

  • Dexron II D, IIE ou III

Freios e Embreagem

  • Fluido de freio DOT 4.

Radiador

  • Água desmineralizada com anticongelante/antifervente em base de etileno-glicol (OAT).
  • Misturar em partes iguais.
  • O produto também é fornecido já misturado para uso de oficina.
Anexos:
Fazer download deste arquivo (GUIA DEFENDER90-110-130.pdf)Tudo Sobre: Land Rover Defender 90/110/130[Clique no arquivo para baixar...]129 Kb
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 4 de 12