Loja Virtual:

Jipeiros On-Line:

Nenhum

Agenda de eventos:

<<  Dezembro 2018  >>
 Dom  Seg  Ter  Qua  Qui  Sex  Sáb 
        1
  2  3  4  5  6  7  8
  9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     

Classificados:

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje349
mod_vvisit_counterOntem2079
mod_vvisit_counterEsta Semana6634
mod_vvisit_counterSemana Passada12244
mod_vvisit_counterEste Mês30637
mod_vvisit_counterMês passado44386
mod_vvisit_counterTotal7370397

Visitantes: 36
Seu IP: 18.205.19.203
,
Horário: 03:49 19/12/2018
Notícias
NOVO RANGE ROVER APRESENTADO NO REINO UNIDO PDF Imprimir E-mail
Veículos Off-Road
Escrito por Daniel Oliveira   
Sáb, 15 de Setembro de 2012 17:43
A Land Rover deu ontem à noite a conhecer a nova geração do Range Rover. Desenhado, desenvolvido e fabricado no Reino Unido, a apresentação teve também lugar em terras de Sua Majestade. Já disponível em Portugal, os preços iniciam-se nos €119 542
 
“O SUV mais requintado e mais versátil do mundo.” Foi desta forma que a quarta geração do Range Rover foi apresentado mundialmente, em Londres, Reino Unido, onde foi também desenhado, desenvolvido e produzido. Para esta nova geração, a Land Rover dotou o novo Range de uma carroçaria integralmente em alumínio, de novas opções para a melhoria do comportamento dinâmico e de evoluções em termos de sustentabilidade.
Com quase cinco metros de comprimento, o novo Range Rover apresenta um perfil mais suave e eficiente do que a actual geração, que leva a marca a anunciá-lo como o mais aerodinâmico de sempre. No interior mantêm-se as formas rectas, realçadas por superfícies simples e elegantes, revestidas com couros e materiais nobres. Apesar de manter o mesmo tamanho que na geração actual, o novo Range Rover apresenta mais 118 mm de espaço para pernas nos lugares traseiros, existindo ainda, em opção, o pack Executive Class com dois lugares traseiros de luxo. Em termos tecnológicos, destaque para a última geração do sistema Terrain Response e para a nova arquitectura das suspensões.
 
A gama de motores é composta pelo motor a gasolina 5.0 LR-V8 Supercharged de 510 cv e por dois Diesel, o 3.0 TDV6 de 258 cv e o 4.4 SDV8 de 339 cv, todos utilizando uma caixa automática de oito velocidades. As performances estão melhores, fruto também da redução de peso conseguida no chassis e no conjunto motor/caixa de velocidades, num total de até 420 kg face ao Range Rover anterior. Esta redução de peso traduz-se, no caso do LR-V8 Supercharged de 510 cv, na redução de 0,8s no cumprimento dos 0.100 km/h, sendo agora necessários 5,4 segundos; o consumo de combustível em ciclo combinado foi reduzido em 9%. No caso do novo motor TDV6 de 3,0 litros, que apresenta as mesmas prestações do anterior 4,4 litros, a redução nos consumos e emissões é de 22%, cifrando-se nos 7,5 l/100 km e 196 g/km, respectivamente. No final de 2013 deverá ser lançada uma variante híbrida Diesel que pretende alcançar os 169 g/km de emissões CO2.
 
Com as primeiras entregas previstas para o início de 2013, o novo range Rover já pode ser encomendado nos concessionários da marca em Portugal. Os preços iniciam-se nos €119 542 pedidos pelo 3.0 TDV6 HSE e terminam nos €181 675 necessários para adquirir o Autobiography 5.0 V8 Supercharged.
 
por: Automotor-Portugal
 
Jornal Mais OFFRoad: Setembro/2012 PDF Imprimir E-mail
Mundo Off-Road
Escrito por Daniel Oliveira   
Sáb, 15 de Setembro de 2012 12:00

 
Mundo 4x4 - 10/09/2012 PDF Imprimir E-mail
Mundo Off-Road
Escrito por Daniel Oliveira   
Qua, 12 de Setembro de 2012 22:10

Veja os desafios off-roads em território argentino

No Mundo 4x4 você acompanha o primeiro episódio da série Trilhas na Neve. Com um grupo de amigos e três jipes super preparados o Chakal viajou pelo território argentino procurando desafios off-roads, em terras geladas.

 

 

 

 
Discovery Channel Maquinas Super Modernas Vehiculos 4x4 PDF Imprimir E-mail
Veículos Off-Road
Escrito por Daniel Oliveira   
Ter, 11 de Setembro de 2012 23:29

 
Mitsubishi dá detalhes do Outlander híbrido que irá ao Salão de Paris PDF Imprimir E-mail
Veículos Off-Road
Escrito por Daniel Oliveira   
Qui, 06 de Setembro de 2012 11:23

A Mtisubishi divulgou nesta quarta-feira (5) os detalhes da versão do Outlander que a montadora descreve como o primeiro SUV híbrido (com motor a combustão e outro elétrico) plug-in, ou seja, cuja bateria pode ser carregada em tomada comum. O carro será apresentado no Salão de Paris, que começa no próximo dia 27.

O Outlander "verde" com tração integral será equipado com motor 2.0 de quatro cilindros a gasolina e mais dois motores elétricos movidos por uma bateria de íon-lítio de 12 kWh, um em cada eixo. Todo o sistema é derivado de modelos "puramente elétricos", como o compacto i-MiEV.

O motorista poderá optar por três modos de funcionamento: EV, Series Hybrid e Parallel Hybrid, que poderão ser selecionados manualmente ou automaticamente, dependendo das condições de direção e da carga da bateria. No modo EV, o carro é movido somente a eletricidade e a autonomia, em velocidade de cruzeiro, é de 55 km, segundo a montadora.

No modo Series Hybrid, o motor a gasolina atua apenas como gerador de eletricidade para os outros dois propulsores. Esse sistema entra em ação quando a carga da bateria chega a um determinado nível ou quando existe a necessidade de mais potência, como em "ultrapassagens ou subidas".

No modo Parallel Hybrid, o motor a combustão predomina e ganha a assistência dos motores elétricos quando necessário. Este modo é mais utilizado em altas velocidades.

A meta da Mitsubishi é que o SUV percorra 61 km com 1 litro de combustível, nos padrões japoneses, com o auxílio da bateria. Com os dois motores combinados, a autonomia do carro sobe para 880 km.

O Outlander híbrido deverá ser lançado em 2013 no Japão e depois na Europa, América do Norte e outros mercados, diz a Mitsubishi. A versão tradicional, com motor a gasolina (2.0) ou a diesel (2.2) foi lançada na Rússia em julho passado e deverá chegar ao mercado europeu neste mês. O lançamento nos Estados Unidos deve ocorrer apenas no ano que vem.

Além do SUV, a montadora japonesa mostrará no Salão de Paris a versão europeia do compacto Mirage, lançado no Salão de Tóquio, no ano passado.

 
Mundo 4x4 - 02/09/2012 PDF Imprimir E-mail
Mundo Off-Road
Escrito por Daniel Oliveira   
Seg, 03 de Setembro de 2012 09:15

Chakal testa duas pick-ups que vem conquistando o publico brasileiro

Nesta edição do programa, Chakal visita a Expointer, uma das mais importantes feiras de agronegócio da América Latina, para testa duas pick-ups que vem chamando a atenção do publico brasileiro: a Volkswagen Amarok e a nova Ford Ranger. O programa conta ainda com o inicio de mais uma expedição incrível, com jipes preparados onde Chakal e um grupo de amigos, foram até a Argentina encarar trilhas geladas.

 
DKW Kandango PDF Imprimir E-mail
Veículos Off-Road
Escrito por Daniel Oliveira   
Qui, 30 de Agosto de 2012 19:19

 
Franceses Levam o Título na Final do XX Rally dos Sertões 2012 PDF Imprimir E-mail
Mundo Off-Road
Escrito por Daniel Oliveira   
Qui, 30 de Agosto de 2012 19:07
O sertão virou mar nesta terça-feira (28) na décima e última etapa do Rally dos Sertões 2012, na especial entre Iguatu e Fortaleza, no Ceará. Dez vezes campeão do Rally Dakar, o francês Stéphane Peterhansel conquistou um dos poucos títulos que restavam para a sua carreira multicampeã no cross country. O piloto e seu navegador, Jean-Paul Cottret, venceram a 20ª edição do Sertões a bordo do MINI ALL4 Racing. A dupla francesa adotou a cautela no último trecho cronometrado da competição e encerrou a 10ª etapa em quarto lugar. A vitória no dia ficou com a dupla brasileira formada pelo cearense Riamburgo Ximenes e pelo navegador potiguar Flavio França, companheiros dos franceses no X-Raid Team, pilotando um BMW X3. Eles completaram a especial de 103 quilômetros em 1h15min40s, superando os campeões do Sertões 2011, Guilherme Spinelli e Youssef Haddad, que garantiram o vice-campeonato deste ano com o Mitsubishi Lancer.

A dupla Peterhansel/Cottret venceu seis das 10 especiais do rali, que teve sua largada no dia 19 em São Luís, no Maranhão, e percorreu 4.840 quilômetros no total, em edição considerada a mais difícil e bela da história do maior rali do mundo disputado dentro de um único território. No acumulado, eles ficaram com o tempo de 26h06min53s. "Este foi um rali muito difícil e muito longo, mas que fez a diferença com uma variedade enorme de paisagens. Considero a primeira parte da competição como a mais difícil, pois tive de competir com o Spinelli, o que me fez correr alguns riscos que não esperava e acelerar mais", declarou Peterhansel. "Já na segunda parte, encontrei outro adversário que me forçou a continuar com esta postura agressiva, quando imaginava que poderia seguir mais tranquilo. O rali foi perfeito, pois o carro estava muito bem ajustado e meu navegador também é excelente. Foi um prazer enorme ter participado desta edição do Sertões. A hospitalidade do povo brasileiro também foi algo maravilhoso", elogiou o francês.
 
Os vice-campeões Spinelli/Haddad venceram duas etapas e ficaram 23s33s atrás dos franceses. "Quando ficamos sabendo que a dupla francesa viria, já sabíamos que eles seriam os favoritos, o que acontece em qualquer rali que disputam e que eles também seriam adversários muito duros", comentou Spinelli, tetracampeão do rali. "Fico muito feliz em ir para um rali e sabendo que teríamos grandes disputas. Saímos daqui com a sensação de dever cumprido e que a nossa participação, tanto minha como piloto e a do Youssef como navegador foi perfeita. O Lancer também se mostrou resistente e rápido, não apresentando qualquer tipo de problema durante todo o Sertões", concluiu. Ximenes e França também levaram duas especiais - as duas últimas - e ficaram a 1h02min47 da dupla campeã, encerrando o rali em terceiro lugar no geral. "O Sertões foi um rali duríssimo desde o primeiro dia, mas temos aqui uma referência, tanto de carro quanto de piloto, o Peterhansel em nível mundial e uma referência nacional, que é o Guilherme Spinelli. Eu até fiz uma brincadeira, dizendo que eles estavam trabalhando e eu estava de férias. Fomos bastante competitivos desde o começo e da metade da prova para cá, chegamos a surpreender o Peterhansel e o Guiga. Considero o Sertões deste ano como uma prova de sobrevivência da qual saímos vivos. Os primeiros lugares nas duas últimas etapas mostram que evoluímos mesmo sem termos treinado com o carro", finalizou o cearense.

Mais Campeões Na categoria Protótipos T1, entre os carros nacionais, a vitória foi de Fellipe Bibas e Emerson Cavassin (Protótipo Evoque Sertões by Promacchina), que terminaram em quarto no geral. Os vice-campeões na T1 foram Marcos Moraes e Fabio Pedroso, que encerraram o rali com o quinto lugar no geral com o protótipo T-Rex. Na Pró Brasil, o título foi para Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin (Mitsubishi L200 Proton). A dupla ficou em sétimo no geral. Em segundo lugar, ficou a dupla Mauro Guedes/Neurivan Calado (Mitsubishi L200 Proton). Jorge Wagenfuhr Junior e Marcos Panstein, com uma Mitsubishi L200 RS, levaram o Sertões na categoria Super Production, seguidos por João Coelho/Bruno Lima (Mitsubishi L200 RS). Na Production T2, Paulo Cesar Bertolini e Anderson Bertolini foram os campeões (Troller). Glaucio Vanderlinde/Idali Bosse ficaram com o vice (Mitsubishi TR4). A 20ª edição do Rally dos Sertões tem o patrocínio master do Governo do Maranhão e Mitsubishi Motors; patrocínio Honda Motos, Cemar e Governo do Estado do Ceará; apoios Uracer, São Luís Shopping, Hotel Luzeiros, Volare e Tmar; organização Dunas Race; supervisão Confederação Brasileira de Automobilismo e Confederação Brasileira de Motociclismo.
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 5 de 75